São Paulo
17°C
Rio de Janeiro
22°C
Brasília
17°C
Salvador
25°C
Belo Horizonte
17°C
Fortaleza
26°C
Recife
26°C
Manaus
27°C
Curitiba
15°C
Porto Alegre
18°C
Home >> Último Segundo >> VÍDEO: Avião faz pouso de emergência após porta se abrir durante o voo

VÍDEO: Avião faz pouso de emergência após porta se abrir durante o voo

Aeronave transportava cerca de 170 passageiros no momento do incidente; nenhuma pessoa se feriu

por

iG Último Segundo

6 de janeiro de 2024

IG

Boeing 737-900 MAX da Alaska Airlines após retornar ao aeroportoReprodução/redes sociais

Um Boeing 737-900 MAX da Alaska Airlines precisou fazer um pouso de emergência minutos após decolar do aeroporto de Portland, no estado de Oregon, nos Estados Unidos, na tarde da última sexta-feira (5).

O voo AS1282 saiu de Portland às 17h06 no horário local (22h06 no horário de Brasília) rumo a Ontario, na Califórnia. Segundo o FlightRadar24, tradicional site de monitoramento de voos, afirma que esse voo leva cerca de 1h30, mas o voo de ontem durou 26 minutos.

An Alaska Airlines flight was forced to return to Portland International Airport after a section of the fuselage suddenly blew out of the plane Friday evening with a big boom and a rush of air through a gaping hole.https://t.co/GxzCvAsNqD pic.twitter.com/WgAYEXqXTA

— The Oregonian (@Oregonian) January 6, 2024

Segundo imagens e vídeos postados nas redes sociais pelos passageiros, uma das portas localizadas na traseira do avião se abriu durante o voo. A porta não era utilizada no momento e não havia nenhum passageiro nos assentos ao lado da porta.

A porta em questão pode ser utilizada em todos os Boeing 737-9 MAX para realizar a evacuação de passageiros em casos em que a aeronave utilize sua capacidade máxima de 193 assentos. No caso da Alaska, a configuração é de 178 passageiros, portanto, a porta é considerada parte da fuselagem. No momento do incidente, havia 171 passageiros e seis tripulantes.

Em pronunciamento, a companhia aérea declarou que irá retirar de circulação temporariamente todos os seus 65 Boeing 737-900 Max e fará uma manutenção e inspeção de segurança em todas as aeronaves nos próximos dias.

A Agência Federal de Aviação dos EUA (FAA) declarou que irá investigar o incidente junto com o Conselho Nacional de Segurança nos Transportes. A Boeing, fabricante da aeronave, declarou apoio às investigações das autoridades dos Estados Unidos e que está “trabalhando para coletar mais informações”.

Acidente Acidente aéreo Alaska Airlines Boeing Portland

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.