São Paulo
16°C
Rio de Janeiro
21°C
Brasília
18°C
Salvador
26°C
Belo Horizonte
20°C
Fortaleza
26°C
Recife
27°C
Manaus
26°C
Curitiba
12°C
Porto Alegre
14°C
Home >> Último Segundo >> Um a cada 5 alunos estuda em escolas com falta de professores

Um a cada 5 alunos estuda em escolas com falta de professores

Escolas com déficit de professores apresentaram menor desempenho em matemática

por

Leticia Moreira

11 de dezembro de 2023

IG

Dados são do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) de 2022Rovena Rosa/Agência Brasil – 14/09/2021

Dados do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) de 2022 mostram que um em cada cinco alunos brasileiros estuda em escolas que enfrentam falta de professores. De acordo com a pesquisa, de forma global, as instituições que registraram déficit de docentes tiveram desempenho menor em matemática.

Conforme os dados obtidos a partir de questionários aplicados aos diretores das escolas que fizeram a prova do Pisa, 22,3% dos alunos brasileiros estudam em unidades em que a falta de professores prejudicou as atividades acadêmicas de alguma forma.

A pesquisa ainda aponta que 11,7% dos alunos foram prejudicados por ter aulas com professores sem formação nas aulas que lecionam. Em 2018, essas situações afetavam 17,6% e 11,3% dos estudantes brasileiros, respectivamente.

Para realizar o levantamento, o Pisa 2022 avaliou 690 mil estudantes de 15 anos, em 81 países e regiões do mundo. No Brasil, 10.798 alunos de 599 escolas realizaram a prova.

O relatório também alertou para o aumento do déficit de professores em todo o mundo.

O documento afirma que os resultados do programa mostram que, entre 2018 e 2022, “mais da metade dos sistemas educacionais tiveram aumento de alunos prejudicados por falta de professores ou por terem tido aula com docentes sem formação adequada”.

“Os dados mostram que a maioria dos sistemas foram mais afetados com a falta de profissionais do que com escassez de materiais”, afirma o programa.

Menores resultados em matemática

As escolas que tiveram falta de professores também apresentaram resultados menores em matemática. O desempenho dos alunos na matéria foi o que teve a maior queda entre 2018 e 2022, de forma global.

Historicamente, a maior dificuldade do Brasil entre as áreas de conhecimento é a matemática. As notas mais baixas do país nas últimas duas décadas foram na matéria.

Neste último Pisa, a média brasileira em matemática foi de 379 pontos, em comparação com 384 no de 2018.

alunos Brasil déficit de professores educação ensino escola escolas matemática Pisa Pisa 2022 professores prova

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.