São Paulo
17°C
Rio de Janeiro
22°C
Brasília
17°C
Salvador
25°C
Belo Horizonte
18°C
Fortaleza
26°C
Recife
26°C
Manaus
27°C
Curitiba
15°C
Porto Alegre
18°C
Home >> Último Segundo >> Só 15% dos israelenses aprovam Netanyahu no poder após fim da guerra

Só 15% dos israelenses aprovam Netanyahu no poder após fim da guerra

Pesquisa do Instituto de Democracia de Israel (IDI) revela que a atuação de Netanyahu na guerra contra o Hamas provocou grande queda em sua popularidade

por

iG Último Segundo

2 de janeiro de 2024

IG

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.Kobi Gideon, GPO – 26.10.2023

De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto de Democracia de Israel (IDI), apenas 15% dos israelenses querem que o premiê Benjamin Netanyahu permaneça no cargo após o fim da guerra contra o Hamas.

O estudo publicado nesta terça-feira (2) foi realizado entre 25 e 28 de dezembro e contou com 746 entrevistados, com nível de confiança de 95%, segundo o instituto. Em outra pesquisa, o IDI apontou que 69% dos israelenses querem novas eleições assim que a guerra acabar.

Em quase três meses de guerra, as forças israelenses destruíram parte do território de Gaza e vitimaram mais de 22.000 palestinos, segundo dados divulgados por autoridades de saúde do local.

A pressão militar é justificada pelo atual governo israelense como forma de garantir a libertação dos reféns que continuam sob ameaça do Hamas. Netanyahu afirma que 129 israelenses ainda devem ser resgatados.

A pesquisa aponta que 56% dos entrevistados defendem a continuação da ofensiva militar como a melhor maneira de recuperar os reféns. Os outros 24% pensam que um acordo de troca e a libertação de prisioneiros palestinos seria o melhor caminho.

Netanyahu, que já foi acusado de cometer atos de genocídio contra os palestinos, afirmou no sábado (30) que a vitória deve levar meses para acontecer. Enquanto isso, a popularidade do primeiro-ministro cai mês a mês nas pesquisas desde o início da guerra.

Guerra Hamas IDI Israel Netanyahu Palestina pesquisa

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.