São Paulo
18°C
Rio de Janeiro
21°C
Brasília
13°C
Salvador
26°C
Belo Horizonte
16°C
Fortaleza
24°C
Recife
25°C
Manaus
26°C
Curitiba
16°C
Porto Alegre
18°C
Home >> Último Segundo >> Sem Lula, veja chefes de Estado que confirmaram ida à posse de Milei

Sem Lula, veja chefes de Estado que confirmaram ida à posse de Milei

Cerimônia de posse acontecerá neste domingo (10)

por

Esther Ferreira

9 de dezembro de 2023

IG

Cerimônia de posse de Javier Milei será neste domingo (10), em Buenos Aires.Reprodução/Youtube

A cerimônia de posse do novo presidente eleito na Argentina, Javier Milei, será neste domingo (10). O evento acontecerá em Buenos Aires e deve receber diversos líderes mundiais.

Até o momento, seis chefes de estado confirmaram a presença no evento em que Alberto Fernández passará o bastão para Javier Milei:

  • Luis Lacalle Pou (Uruguai);
  • Santiago Peña (Paraguai);
  • Daniel Noboa (Equador);
  • Gabriel Boric (Chile);
  • Viktor Orban (Hungria);
  • Rei Felipe VI (Espanha);
  • Renato Florentino Pineda (Honduras);
  • Volodymyr Zelensky (Ucrânia).

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu o convite no dia 26 de novembro, mas designou o ministro de Relações Exteriores, Mauro Vieira, para representá-lo na cerimônia.

Sem cargo público, Bolsonaro deve ter tratamento de Chefe de Estado 

Jair Bolsonaro, ex-presidente do Brasil, também foi convidado e comparecerá ao evento. O antecessor de Lula, inclusive, já está no país vizinho e postou ao lado do novo presidente argentino.

– Encontro com o Javier Miley.
– Argentina, 08/dezembro, 11h. pic.twitter.com/3cTRT2HzJZ

— Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) December 8, 2023

Bolsonaro está na Argentina a convite de Milei e, mesmo sem cargo público, o ex-presidente deve receber tratamento de Chefe de Estado.

No vídeo divulgado no perfil de Jair Bolsonaro no X (antigo Twitter), aparecem também o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP), o ex-secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, e o presidente do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto.

Na comissão argentina, além de Javier Milei, estão Patricia Bullrich – que também disputou as eleições no país e terminou em terceiro lugar –, agora como a nova ministra da Segurança, e Giovanni Larosa, assessor de campanha do argentino.

Bolsonaro também concedeu uma entrevista a uma rádio local argentina, na manhã desta sexta, na qual voltou a atacar o sistema eleitoral brasileiro e as urnas eletrônicas, além de tecer um elogio ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ao citar o plebiscito do último domingo (3) sobre a anexação de Essequibo, território em disputa com a Guiana.

“Nem na Venezuela se tem o voto eletrônico”, disse. “Nesse referendo agora de Essequibo, que é um assunto bastante polêmico, o Maduro deu uma lição de moral no Brasil falando: olha, aqui a eleição é na máquina, mas não é como em outros países, aqui tem o papel também”, destacou Bolsonaro. “Até que enfim o Maduro acertou uma; acertou uma que é o voto no papel”.

Argentina Jair Bolsonaro Javier Milei Lula Mauro Vieira Posse posse milei

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.