São Paulo
17°C
Rio de Janeiro
22°C
Brasília
17°C
Salvador
25°C
Belo Horizonte
18°C
Fortaleza
26°C
Recife
26°C
Manaus
27°C
Curitiba
15°C
Porto Alegre
18°C
Home >> Último Segundo >> Previsão do tempo: chove no Centro-Oeste, Nordeste e parte do Sudeste

Previsão do tempo: chove no Centro-Oeste, Nordeste e parte do Sudeste

São Paulo terá pancadas isoladas

por

iG Último Segundo

8 de janeiro de 2024

IG

Áreas em alerta pelo InmetReprodução Inmet

O Instituto Nacional de Metereologia (Inmet) emitiu alerta de chuvas intensas para várias regiões do país, principalmente no Norte, Centro-Oeste e partes do Sudeste e Nordeste. O estado do Rio Grande do Sul também está sujeito a enfrentar tempestades, segundo os dados do órgão.

Os alertas mais sérios, de “Perigo”, apontam para chuvas fortes na porção sul da Bahia e fronteira com Minas Gerais. Nessa área, as chuvas podem atingir 100 mm/dia, acompanhadas por ventos intensos de até 100 km/h. Existe o risco de cortes de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

No Rio de Janeiro, esta segunda-feira será sem chuvas, apesar do céu nublado. As temperaturas devem variar entre 22°C e 33°C, mantendo-se ao longo da semana. Em São Paulo, o dia começa ensolarado, mas à tarde e à noite podem ocorrer pancadas isoladas de chuvas. Na capital paulista, o restante da semana deve ser semelhante, segundo o Inmet.

O mesmo cenário previsto para Bahia e Minas Gerais se repete no Amapá, Pará, Maranhão e norte do Tocantins. A maior parte do Rio Grande do Sul está sob alerta de “Perigo Potencial” para uma tempestade. Queda de granizo, chuvas de até 50 mm/dia e ventos de 60 km/h podem ocorrer nesta segunda-feira.

Há ainda um alerta de “Perigo Potencial” de chuvas intensas para Amazonas, Rondônia, Pará, Amapá, Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, Espírito Santo, Tocantins, Piauí e Bahia. O calor intenso que atingiu parte do país durante a primavera foi amenizado com a chegada do verão. Os fenômenos responsáveis pela queda de temperatura nas últimas duas semanas são os altos índices de chuvas somados à umidade elevada do ar, características principais dessa época do ano.

Segundo o Inmet, a primeira quinzena de janeiro será marcada por muita umidade e chuvas em praticamente todo o Nordeste. Sistemas meteorológicos típicos de verão, como a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) e uma provável Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), contribuirão para chuvas acompanhadas de rajadas de vento na região.

Esses fenômenos também afetarão o Centro-Oeste, Sul e Sudeste, atingindo mais intensamente os estados de Minas Gerais e Espírito Santo, que estão sob alerta de chuvas intensas, de acordo com o Inmet.

“O calor e a umidade são um padrão bem típico do verão. A Zona de Convergência do Atlântico Sul que favorece chuvas de três a quatro dias, podendo até atuar um pouco mais. E é justamente essas chuvas, fracas, moderadas, em alguns momentos fortes acompanhadas de trovoadas e rajadas, que deixam as temperaturas um pouco mais amenas”, explicou a meteorologista do Inmet, Andrea Ramos, ao GLOBO.

Até o dia 15, um canal de umidade formado pela Zona de Convergência do Atlântico Sul pode se estender entre o norte da Região Sudeste (Minas Gerais), centro-sul da Bahia e estados do Maranhão e Piauí. Isso pode resultar em volumes significativos de chuva, com acumulados entre 150 e 250 milímetros.

Chuvas Inmet Previsão do tempo regiões

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.