São Paulo
22°C
Rio de Janeiro
26°C
Brasília
25°C
Salvador
29°C
Belo Horizonte
27°C
Fortaleza
29°C
Recife
30°C
Manaus
26°C
Curitiba
21°C
Porto Alegre
25°C
Home >> Último Segundo >> Por trégua, Hamas oferece acordo para libertar até 50 reféns

Por trégua, Hamas oferece acordo para libertar até 50 reféns

Condição seria trégua de até um mês e libertação de prisioneiros

por

Ansa

30 de dezembro de 2023

IG

Destruição se estende por GazaMarwan Sawwaf/ Alef Multimedia/ Oxfam – 14/10/2023

O chefe do Instituto de Inteligência e Operações Especiais de Israel (Mossad), David Barnea, informou ao gabinete de guerra israelense que o mediador do Catar indicou que o Hamas estaria disposto a negociar um acordo para a libertação de entre 40 e 50 reféns, incluindo mulheres, adultos e doentes, em troca de um cessar-fogo de entre 20 e 30 dias e a libertação de prisioneiros.

A informação foi dada pelo Ynet, citando uma fonte israelense, acrescentando que o Hamas retirou a exigência que havia apresentado até então de um cessar-fogo total como condição para o retorno dos reféns.

Segundo a mesma fonte, Israel teria solicitado esclarecimentos ao Catar, pedindo respostas até este sábado (30).

Intensos combates ocorrem na manhã deste sábado em Gaza, segundo a Aeronáutica de Israel.

Também neste sábado, o jornal New York Times informou, com base em entrevistas com oficiais israelenses atualmente em serviço ou aposentados, que o exército israelense não tinha um plano para lidar com um ataque massivo do Hamas ao país, como ocorreu em 7 de outubro.

“Não havia um plano de defesa para um ataque surpresa”, afirmou Amir Avivi, ex-vice-chefe da Divisão Gaza. “O exército não se prepara para coisas que considera impossíveis”, acrescentou o ex-conselheiro de segurança nacional Yaakov Amidror.

O relatório pinta o quadro de um exército que, por longas horas, não compreendeu a extensão do ataque, respondendo de maneira lenta e ineficiente, enviando equipes muito pequenas e mal equipadas para enfrentar um ataque em massa.

Balanço de mortes em Gaza

Subiu para 21.672 o número de mortos em Gaza pelos ataques de Israel.

Em um comunicado, o Ministério da Saúde local afirma que 165 pessoas foram mortas nas últimas 24 horas, enquanto um total de 56.165 outras ficaram feridas nos ataques.

Gaza Guerra Hamas Israel trégua

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.