São Paulo
20°C
Rio de Janeiro
23°C
Brasília
19°C
Salvador
25°C
Belo Horizonte
18°C
Fortaleza
25°C
Recife
25°C
Manaus
27°C
Curitiba
17°C
Porto Alegre
19°C
Home >> Último Segundo >> PF bloqueia e apura invasão de hackers à conta oficial de Janja no X

PF bloqueia e apura invasão de hackers à conta oficial de Janja no X

'Eu sei, e é sempre bom relembrar, que não estamos sozinhas', disse a esposa do presidente por meio de sua conta no Instagram

por

Lara Tôrres

12 de dezembro de 2023

IG

Janja, esposa do presidente do Brasil, teve seu perfil invadidoReprodução/Twitter @JanjaLula

A Polícia Federal (PF) informou que instaurou uma investigação preliminar na noite de segunda-feira (11) para apurar a invasão da conta oficial no X (o antigo Twitter) de Janja Lula da Silva, esposa do atual presidente da República. No momento, a conta está bloqueada pela PF.

Através de sua conta no Instagram, Janja se pronunciou sobre o caso na manhã desta terça-feira (12). Ela disse já estar acostumada a sofrer ataques virtuais, mas que a situação chegou “a outro patamar”. 

“Mulheres no Brasil inteiro são vítimas de ataques machistas, que tomam conta das redes sociais e muitas vezes saem dela, acabando em agressões físicas e feminicídios”, disse Janja.

Após a invasão, os hackers autointitulados “Ludwig” e “Smalkade”, que são apoiadores do ex-presidente inelegível Jair Messias Bolsonaro (PL) fizeram diversas postagens com ofensas a Janja, mensagens de cunho machista e repletas de discurso de ódio. 

Um deles chegou a afirmar que seu nome completo é Pablo Ricardo Lodi de Lima, e pediu que as pessoas seguissem outra conta – que está temporariamente restrita – em que o titular se descreve como “monarquista, nacionalista, anti-comuna e neofascista”.

“Sei que a Polícia Federal está investigando isso aqui. Não tô nem aí. Não sei se vai dar alguma coisa. Talvez não dê, talvez dê, depende do sistema judiciário desse país, que é quebrado, por sinal”, disse um dos criminosos que classificou a invasão como “zoeira”.

Em nota, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) repudiou veementemente o ataque direcionado a Janja, e informou ter acionado a plataforma X para apurar o caso. “Todas as medidas cabíveis estão sendo tomadas. Não serão tolerados crimes, discursos misóginos, o ódio e a intolerância nas redes sociais.”

hacker Janja Twitter X

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.