São Paulo
20°C
Rio de Janeiro
23°C
Brasília
19°C
Salvador
25°C
Belo Horizonte
18°C
Fortaleza
25°C
Recife
25°C
Manaus
27°C
Curitiba
17°C
Porto Alegre
19°C
Home >> Último Segundo >> Petro diz que Milei está 'expulsando' alunos colombianos da Argentina

Petro diz que Milei está 'expulsando' alunos colombianos da Argentina

Petro disse que vai custear estudos de 20 mil colombianos que estudam na Argentina após novo projeto de Milei enviado ao Congresso

por

iG Último Segundo

30 de dezembro de 2023

IG

Gustavo PetroReprodução: Redes Sociais

O presidente da Colômbia, Gustavo Petro, disse que o país vai repatriar e ajudar a custear os estudos de 20.000 colombianos que estudam na Argentina. Nas redes sociais, Petro afirmou que os alunos colombianos estavam sendo “literalmente expulsos” do país e que, para eles, “não existia a chamada ‘liberdade”.

“Conseguiremos que eles possam continuar seus estudos na Colômbia sem grandes obstáculos e também de forma gratuita”, escreveu o colombiano no X (antigo Twitter).

Recibiremos 20.000 estudiantes colombianos que se educaban gratuitamente en Argentina.

Literalmente son expulsados de ese país, para ellos no hubo la llamada “libertad”.

Vamos a gestionar para que puedan continuar sus estudios en Colombia sin mayor obstáculo y tambien de manera… https://t.co/aEdfCnThux

— Gustavo Petro (@petrogustavo) December 29, 2023

A declaração se deu após o envio de um trecho de um projeto de lei por parte do presidente da Argentina, Javier Milei, ao Congresso. O texto afirma que o ensino em universidades públicas continua gratuito no país para cidadãos argentinos e estrangeiros que tenham residência permanente no país.

As instituições, no entanto, “poderão estabelecer taxas” para os estudantes estrangeiros sem residência permanente, ou seja, aqueles que estão no país com vistos temporários.

O projeto enviado por Milei foi chamado de “Lei de Bases e Pontos de Partida para a Liberdade dos Argentinos” e conta com 183 páginas e 664 artigos.

Confira o documento na íntegra, em espanhol:

O plano ainda estabelece novas medidas para a reforma do Estado e mudanças nas leis eleitoral e penal do país.

O documento também aponta “emergência pública em questões econômicas, financeiras, fiscais, previdenciárias, de segurança, de defesa, tarifárias, energéticas, de saúde, administrativas e sociais até 31 de dezembro de 2025”, com possibilidade de prorrogação por mais 2 anos.

Argentina Colômbia Gustavo Petro Javier Milei milei Petro

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.