São Paulo
29°C
Rio de Janeiro
28°C
Brasília
28°C
Salvador
31°C
Belo Horizonte
27°C
Fortaleza
31°C
Recife
32°C
Manaus
27°C
Curitiba
29°C
Porto Alegre
28°C
Home >> Último Segundo >> Ministério da Justiça pede investigação sobre ameaças a Lula nas redes

Ministério da Justiça pede investigação sobre ameaças a Lula nas redes

As publicações em questão fazem alusão a uma vaquinha para comprar um rifle de precisão, segundo o secretário-executivo

por

iG Último Segundo

26 de dezembro de 2023

IG

Lula discursou na véspera de NatalReprodução

Nesta terça-feira (26), o secretário-executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli, entregou à Polícia Federal um ofício pedindo a investigação de uma publicação feita nas redes que faz ameaça à vida do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. 

Segundo Cappelli, a publicação cita uma vaquinha, cujo intuito seria a compra de um rifle de precisão. O comentário teria sido realizado em uma postagem feito pelo deputado federal Nikollas Ferreira, em que o parlamentar falava do presidente.

O autor do comentário dizia que seria necessário a realização de uma vaquinha para contratar um mercenário. A publicação foi feita no Twitter/X. Em outro post, ele ironiza que estaria enviando a mensagem ao ministro da Justiça, Flávio Dino.

O comunicado feito por Cappelli foi feito pelo Twitter nesta terça-feira. Ele completa dizendo que “as redes sociais não são e não serão um terreno de incentivo a crimes contra as autoridades”.

Estou encaminhando hoje à Polícia Federal determinação para que apure ameaça feita ao presidente @LulaOficial nas redes sociais fazendo alusão a “rifle de precisão” e “vaquinha para tal”. As redes sociais não são e não serão um terreno de incentivo a crimes contra as autoridades.

— Ricardo Cappelli (@RicardoCappelli) December 26, 2023

Outros casos de ameaças nas redes já resultaram em prisão. No início do ano, um homem foi preso em Roraima após ter comentado que “seria a hora de colocar a bala na cabeça dele”, em uma viagem do então recém-empossado presidente ao Estado.

No meio do ano, em agosto, um fazendeiro foi preso no Pará pela PF, após denúncias de estar planejando um atentado contra Lula durante uma visita ao Estado.

Ameaça Cappelli Investigação Justiça Lula ministerio PF Secretário

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.