São Paulo
30°C
Rio de Janeiro
28°C
Brasília
29°C
Salvador
30°C
Belo Horizonte
30°C
Fortaleza
27°C
Recife
27°C
Manaus
28°C
Curitiba
28°C
Porto Alegre
27°C
Home >> Último Segundo >> Lula critica ataques em Gaza, mas apela pela liberação de reféns

Lula critica ataques em Gaza, mas apela pela liberação de reféns

Petista se reuniu com repatriados no último sábado e voltou a defender a criação do Estado Palestino

por

iG Último Segundo

25 de dezembro de 2023

IG

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)Fernando Frazão/Agência Brasil – 07/12/2023

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) classificou como “humanamente impossível de aceitar” os ataques que provocaram a destruição de Gaza. A declaração foi dada no sábado (23), durante um almoço com os repatriados palestinos.

Lula lembrou os registros de crianças e mulheres mortas no conflito contra Israel e criticou a destruição de casas, hospitais e outros monumentos palestinos.

“Quero dizer para vocês que não é possível aceitar o que está acontecendo”, afirmou.

 “Não é possível tanta morte de mulheres, de tantas crianças, a destruição de todo patrimônio que foi construído pelo povo palestino”, concluiu Lula.

O petista voltou a defender a criação do Estado Palestino, mas apelou para a libertação de reféns israelenses que estão sob o poder do Hamas.

“Há muito tempo defendo a criação de um Estado palestino e continuamos brigando na ONU para que seja construído o Estado palestino e que os dois povos possam viver em paz”, disse.

Os ataques começaram no dia 7 de outubro, quando o Hamas enviou mísseis e militares para Israel. Mais de 200 pessoas foram sequestradas no dia.

O exército de Benjamin Netanyahu respondeu às agressões, mas manteve um alto nível de bombardeio na Faixa de Gaza. Segundo o Ministério da Saúde palestino, controlado pelo Hamas, mais de 20 mil pessoas morreram em Gaza.

Os dois países negociaram uma trégua para a liberação dos reféns e a passagens de palestinos para o Egito. Entretanto, os bombardeios foram retomados, mesmo após uma resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) pedindo a cessão dos ataques para a entrada de ajuda humanitária aos palestinos.

No encontro com repatriados, Lula garantiu que fará novas rodadas para a retirada de brasileiros e parentes da Palestina à medida que novas listas forem liberadas.

“Enquanto tiver alguém na Faixa de Gaza querendo voltar para o Brasil, nós estaremos à disposição para esses casos”, afirmou o petista.

Brasil Israel x Hamas

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.