São Paulo
14°C
Rio de Janeiro
21°C
Brasília
22°C
Salvador
26°C
Belo Horizonte
20°C
Fortaleza
26°C
Recife
26°C
Manaus
26°C
Curitiba
10°C
Porto Alegre
14°C
Home >> Último Segundo >> Helicóptero desaparecido: celular parou de emitir sinal no dia 1º

Helicóptero desaparecido: celular parou de emitir sinal no dia 1º

Há sete dias, a aeronave desapareceu no litoral norte de São Paulo

por

iG Último Segundo

7 de janeiro de 2024

IG

Luciana Rodzewics, de 45 anos, e a filha, Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto, de 20 anos, estavam no helicópteroArquivo pessoal

O celular da passageira Luciana Marley Rodzewics Santos, uma das quatro pessoas que estavam a bordo do helicóptero que desapareceu no último dia 31, em São Paulo, parou de emitir sinais às 22h14 do dia 1 de janeiro.

A informação foi dada pelo delegado Paulo Sérgio Pilz, em entrevista ao programa Brasil Urgente, da TV Band. Ele foi questionado se a aeronave pode ter caído na água.

“Não podemos descartar nada, mas se o telefone da Luciana ficou funcionando até o dia 1, às 22h14, que estávamos monitorando, ele ficou fora da água. Na água ele não iria transmitir [sinal]”, afirmou o delegado.

Há sete dias, o helicóptero desapareceu no litoral norte de São Paulo. Além de Luciana, a aeronave estava com mais três pessoas: o piloto, Cassiano Tete Teodoro, Letícia Ayumi Rodzewics Sakamoto (filha de Luciana) e Rafael Torres, que convidou mãe e filha para um passeio bate-volta em Ilhabela.

O helicóptero decolou do Aeroporto Campo de Marte, na região norte da capital paulista, às 13h15.

Ainda, o helicóptero realizou um pouso de emergência antes de desaparecer. O local foi descoberto na tarde de ontem (6), durante o sexto dia de buscas. Contudo, nenhum vestígio da aeronave ou das quatro pessoas a bordo foi encontrado.

Segundo a Polícia Civil, a área já fazia parte do raio de buscas e não altera a rota da operação. Se fosse encontrado algum vestígio, equipes terrestres investigariam o local.

Neste sábado, a Força Aérea passou a utilizar o helicóptero H-60 Black Hawk, do Quinto Esquadrão do Oitavo Grupo de Aviação (5º/8º GAV) – Esquadrão Pantera, com nove tripulantes nas buscas pela aeronave desaparecida.

Já foram mais 47 horas de buscas, segundo a FAB. A área total a ser investigada é de cinco mil quilômetros quadrados.

Celular Helicóptero desaparecido ilhabela Litoral Norte São Paulo sinal

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.