São Paulo
14°C
Rio de Janeiro
21°C
Brasília
22°C
Salvador
26°C
Belo Horizonte
20°C
Fortaleza
26°C
Recife
26°C
Manaus
26°C
Curitiba
10°C
Porto Alegre
14°C
Home >> Último Segundo >> Guterres diz que não vai desistir de apelos por cessar-fogo em Gaza

Guterres diz que não vai desistir de apelos por cessar-fogo em Gaza

Secretário-geral da ONU afirmou que a guerra no Oriente Médio minou a credibilidade do Conselho de Segurança

por

iG Último Segundo

10 de dezembro de 2023

IG

Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas, Antônio Guterres Isac Nóbrega/PR – 20/09/2022

Neste domingo (10), o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que não vai desistir de apelar por uma ajuda humanitária para que haja um cessar-fogo na Faixa de Gaza. Ele ainda afirmou que a guerra minou a credibilidade e a autoridade do Conselho de Segurança.

A declaração de Guterres acontece em referência ao veto dos Estados Unidos, na conferência do Fórum de Doha na última sexta (8), à proposta do Conselho de Segurança da ONU de um cessar-fogo imediato no conflito entre Israel e o Hamas.

“Instei o Conselho de Segurança a pressionar para evitar uma catástrofe humanitária e reiterei o meu apelo para que fosse declarado um cessar-fogo humanitário”, afirmou. “Lamentavelmente, o Conselho de Segurança não conseguiu fazê-lo, mas isso não o torna menos necessário.”

“Eu não vou desistir,” acrescentou.

Durante a reunião, o primeiro-ministro do Catar, Sheikh Mohammed bin Abdulrahman Al Thani, disse que vai continuar pressionando Israel e o Hamas por uma trégua, apesar do “estreitamento” de chances de paz. As negociações entre o Hamas e Israel têm sido lideradas pelo país.

De acordo com ele, os reféns foram libertados de Gaza devido às negociações e não devido às ações militares de Israel.

Israel e os Estados Unidos se mostram contra um cessar-fogo porque acreditam que a medida só beneficiaria o Hamas. Washington apoia, no entanto, pausas no conflito para proteger civis e permitir a liberação de reféns que estão sob posse do grupo extremista islâmico desde o dia 7 de outubro, quando um ataque surpresa do Hamas levou ao início da guerra contra Israel.

ajuda humanitária Antonio Guterres cessar fogo Faixa de Gaza Gaza Hamas Israel ONU trégua

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.