São Paulo
15°C
Rio de Janeiro
22°C
Brasília
18°C
Salvador
27°C
Belo Horizonte
19°C
Fortaleza
27°C
Recife
26°C
Manaus
24°C
Curitiba
11°C
Porto Alegre
10°C
Home >> Último Segundo >> Guiana terá que 'sentar e conversar' sobre Essequibo, diz Maduro

Guiana terá que 'sentar e conversar' sobre Essequibo, diz Maduro

Presidente venezuelano suavizou o discurso após ameaças de anexação do território

por

Dimítria Coutinho

9 de dezembro de 2023

IG

Nicolás Maduro em discurso após vitória em referendoReprodução/redes sociais

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, suavizou o discurso e afirmou neste sábado (9) que a Guiana e a empresa petrolífera ExxonMobil terão que “sentar e conversar” com o governo venezuelano sobre a região de Essequibo.

“De coração e alma, queremos paz e compreensão”, escreveu Maduro em uma publicação no Twitter. A fala vem após a Venezuela receber apoio popular para anexar Essequibo, região administrada pela Guiana e disputada há quase dois séculos pelos dois países.

“Optamos pelo diálogo direto com a Guiana, mas as suas autoridades revogaram o Acordo de Genebra e começaram a dividir o nosso mar, ameaçando construir uma base militar para o Comando Sul dos EUA. Não contaram com a nossa astúcia, o povo saiu em defesa da Guiana Esequiba. Não poderão ignorar a vontade soberana da Venezuela”, disse Maduro em outra publicação.

O Acordo de Genebra foi um documento assinado em 1966 no qual o Reino Unido, então colonizador da Guiana, reconheceu que a região de Essequibo estava em disputa com a Venezuela. O Acordo é usado pela Venezuela para considerar que a área ainda está sem definição. Já a Guiana considera um documento anterior, o Acordo de Paris de 1899, que concedia a área ao Reino Unido.

Na manhã deste sábado, Maduro falou ao telefone com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que pediu para que o venezuelano mantenha o diálogo e não tome ações unilaterais que possam escalar a tensão na região.

Essequibo ExxonMobil Guiana Maduro Venezuela

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.