São Paulo
14°C
Rio de Janeiro
21°C
Brasília
22°C
Salvador
26°C
Belo Horizonte
25°C
Fortaleza
26°C
Recife
26°C
Manaus
26°C
Curitiba
10°C
Porto Alegre
14°C
Home >> Último Segundo >> CPI da Braskem: Lula marca encontro com Renan Calheiros

CPI da Braskem: Lula marca encontro com Renan Calheiros

Renan Calheiros e Lula falarão sobre o problema que ocorre em Maceió

por

Naian Lucas Lopes

11 de dezembro de 2023

IG

Renan CalheirosReprodução

Nesta terça-feira (12), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o senador Renan Calheiros (MDB-AL) se encontrarão às 9h para discutir a instalação da CPI da Braskem, que investigará possíveis crimes ambientais cometidos pela mineradora em Maceió.

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, o encontro ocorre em meio à preocupação crescente sobre os desdobramentos datragédia que resultou no afundamento do solo e na evacuação de seis bairros na capital alagoana.

Renan Calheiros, provável relator da CPI, e Omar Aziz, que deve assumir a presidência, seguirão o modelo estabelecido pela CPI da Covid.

A reunião contará com a presença de importantes figuras políticas, incluindo o presidente da Câmara, Arthur Lira, o prefeito de Maceió, João Henrique Caldas, o governador de Alagoas, Paulo Dantas, e o ministro dos Transportes, Renan Filho.

Durante o encontro, Calheiros apresentará a Lula um histórico detalhado da tragédia em Maceió, destacando a desocupação de seis bairros e os impactos sociais e ambientais causados pelo afundamento do solo.

A ênfase estará na responsabilização da Braskem pelo ocorrido, ressaltando a possibilidade de envolvimento do governo federal, mas atribuindo a culpabilidade principalmente à mineradora, não à União.

CPI da Braskem

O PT indicou Rogério Carvalho (SE) como titular, enquanto Fabiano Contarato (ES) assumirá a suplência.

No Bloco Democracia, os titulares serão Renan Calheiros, Efraim Filho (União), Cid Gomes (PDT) e Rodrigo Cunha (PSDB), com suplências de Fernando Farias (MDB), Jayme Campos (União), Soraya Thronicke (Podemos) e Leila Barros (PDT).

O Bloco Resistência Democrática contará com Omar Aziz (PSD), Jorge Kajuru (PSB), Otto Alencar (PSD) e Rogério Carvalho, enquanto Ângelo Coronel (PSD) será o suplente.

Já o Bloco Vanguarda terá Wellington Fagundes (PL) e Eduardo Gomes (PL) como titulares, com Magno Malta (ES) como suplente. O bloco Aliança terá Hiran Gonçalves (PP) como titular e Cleitinho (PL) como suplente.

A instalação da comissão vai contra o desejo do Palácio do Planalto, senadores governistas, prefeitura de Maceió e Arthur Lira, presidente da Câmara, que emplacou aliados na CPI, incluindo Hiran Gonçalves. Rodrigo Cunha, rival político de Renan em Alagoas, também está escalado para integrar a comissão.

alagoas CPI da Braskem Lula maceió Renan Calheiros

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.