São Paulo
23°C
Rio de Janeiro
25°C
Brasília
25°C
Salvador
30°C
Belo Horizonte
26°C
Fortaleza
29°C
Recife
30°C
Manaus
25°C
Curitiba
23°C
Porto Alegre
26°C
Home >> Último Segundo >> Cariani: Produtos desviados podem produzir até 15 toneladas de crack

Cariani: Produtos desviados podem produzir até 15 toneladas de crack

O influencer Renato Cariani é suspeito de integrar uma organização criminosa voltada ao tráfico de drogas

por

Lara Tôrres

12 de dezembro de 2023

IG

Renato Cariani, influenciador fitness suspeito de tráfico de drogasReprodução: Redes Sociais

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO do MPSP) de São Paulo informou que a quantidade de produtos químicos (acetona e éter) desviados pelo grupo criminoso ligado ao influencer Renato Cariani, era suficiente para produzir 15 toneladas de crack. O grupo é suspeito de desviar de 12 a 16 toneladas de produtos químicos para produzir crack e cocaína. 

Cariani é suspeito de usar a empresa Anidrol, uma indústria química localizada em Diadema-SP, para lavar dinheiro do tráfico. O influenciador foi um dos principais alvos dos 18 mandados de busca e apreensão nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná.

A empresa é investigada desde 2022, quando a farmacêutica Astrazeneca avisou a PF que foi notificada pela Receita Federal sobre a emissão de notas fiscais falsas expedidas em nome dela, com pagamentos em dinheiro não declarado, por produtos não adquiridos pela empresa, junto a fornecedores e depositantes desconhecidos. 

Entre 2014 e 2021, a organização emitiu notas no nome de três empresas: AstraZeneca, LBS e Cloroquímica. “Os envolvidos empregavam diversas metodologias para ocultar e dissimular a procedência ilícita dos valores recebidos, tais como interpostas pessoas e constituição de empresas fictícias”, diz a polícia em nota.

Cariani crack PF

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.