São Paulo
20°C
Rio de Janeiro
25°C
Brasília
20°C
Salvador
27°C
Belo Horizonte
21°C
Fortaleza
26°C
Recife
28°C
Manaus
27°C
Curitiba
18°C
Porto Alegre
22°C
Home >> Último Segundo >> Cappelli diz que governo criará regras nacionais para câmeras nas PMs

Cappelli diz que governo criará regras nacionais para câmeras nas PMs

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, disse que não ampliaria o uso do equipamento nos uniformes dos policiais

por

iG Último Segundo

4 de janeiro de 2024

IG

Câmera corporal em uniforme de policial militar de São PauloGoverno de SP/Divulgação

Após o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos-SP), ter dito que não ampliaria o uso de câmeras corporais para a Polícia Militar, o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, anunciou que no próximo mês publicará um decreto com novas regras para o uso do equipamento que irá abranger todo o país.

“Vamos publicar em fevereiro as Diretrizes Nacionais para Utilização de Câmeras Corporais pelas polícias. Processo com consulta pública e construído com a participação das polícias de todos os estados, sem exceção. Ideologizar o debate sobre segurança pública não faz bem ao Brasil”, disse Cappelli.

Na terça-feira (2), Tarcísio disse ao programa Bom Dia SP da TV Globo, que as câmeras não possuem nenhuma efetividade e afirmou que sua gestão não planeja investir em mais dispositivos. 

Um estudo realizado pela FGV (Fundação Getulio Vargas) em dezembro de 2022 revelou que o uso desses equipamentos evitou 104 mortes, resultando na menor letalidade policial da história no ano passado.

Durante a entrevista, o governador defendeu a contratação de mais 5 mil policiais no Centro da cidade, aquisição de 500 viaturas e investimentos em tecnologia, mas sem a adoção de câmeras.

“A gente não descontinuou nenhum contrato. Os contratos permanecem. Mas qual a efetividade das câmeras corporais na segurança do cidadão? Nenhuma” , disse Tarcísio na entrevista.

No final de 2023, Tarcísio de Freitas cortou cerca de R$ 98 milhões de ações da pasta da Segurança Pública do estado, deixando de investir em programas, incluindo o Olho Vivo.

Câmera corporal policia militar Ricardo Cappelli São Paulo Tarcísio de Freitas

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.