São Paulo
23°C
Rio de Janeiro
24°C
Brasília
22°C
Salvador
26°C
Belo Horizonte
22°C
Fortaleza
27°C
Recife
25°C
Manaus
29°C
Curitiba
20°C
Porto Alegre
19°C
Home >> Último Segundo >> Busca por helicóptero desaparecido entra no 3º dia; veja o que se sabe

Busca por helicóptero desaparecido entra no 3º dia; veja o que se sabe

Aeronave desapareceu no último dia 31 e ainda não há informações sobre o paradeiro do helicóptero ou dos passageiros

por

iG Último Segundo

3 de janeiro de 2024

IG

Modelo de helicóptero similar ao que desapareceu no Litoral NorteDivulgação

Um helicóptero com quatro pessoas desapareceu enquanto fazia um trajeto entre a cidade de São Paulo e o município de Ilhabela, no litoral norte do estado, no último domingo (31). O sumiço aconteceu após a aeronave adentrar um trecho de forte neblina, que causou baixa visibilidade ao sobrevoar a Serra do Mar, como relatado em vídeo e mensagens enviadas pelo piloto e por uma das passageiras.

Nesta quarta-feira (3), as buscas pelo helicóptero entram no terceiro dia. A operação é comandada pela Força Aérea Brasileira (FAB) com o apoio da Polícia Militar. A partir de hoje, o Corpo de Bombeiros também deve integrar as equipes de busca.

Abaixo, veja o que se sabe sobre o caso:

Quem estava na aeronave?

Estavam a bordo Letícia Ayumi Rodzewics Sakumot, de 20 anos, a mãe dela, a vendedora de roupas Luciana Marley Rodzewics Santos, de 46 anos, o piloto, identificado como Cassiano, e Raphael Torres, que convidou mãe e filha para um passeio bate-volta em Ilhabela.

Luciana Rodzewics, de 45 anos, e a filha, Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto, de 20 anos, estavam no helicópteroArquivo pessoal

Letícia e Luciana moram na Zona Norte da capital paulista, no bairro do Limão, e, de acordo com familiares, foram convidadas para fazer o passei por Raphael, um amigo da mãe da jovem.

O condutor do helicóptero foi identificado como Cassino Tete Teodoro, já que o nome é dito algumas vezes durante conversas sobre as condições meteorológicas com o dono de um heliponto em Ilhabela, onde deveria acontecer o pouso. O piloto já foi investigado por realizar voos irregulares e teve sua licença para voar cassada de 2021 a 2023, ficando proibido de fazer voos comerciais de passageiros. 

As identidades dos passageiros ou do piloto não foram divulgadas pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) e pela FAB.

Qual o motivo da viagem?

Parentes de Letícia e Luciana informaram que elas estavam indo para Ilhabela a convite de um amigo da família para fazer um passeio bate-volta e passar a virada do ano no local.

Qual é o helicóptero?

A aeronave é um Robinson R-44, um modelo de fabricação norte-americana de pequeno porte. O helicóptero é bastante usado em viagens urbanas e intermunicipais e geralmente transporta um piloto e três passageiros, como é o caso da aeronave que desapareceu no Litoral Norte.

O veículo em questão, no entanto, não estava autorizado a fazer táxi-aéreo, de acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Ele é registrado sob a matrícula PR-HDB.

Em que momento o helicóptero desapareceu?

Letícia havia gravado um vídeo mostrando a aeronave voando em meio a uma intensa neblina, por volta das 14h do dia 31. As imagens foram registradas cerca de 45 minutos após o helicóptero ter decolado do Campo de Marte, na Zona Norte de São Paulo.

O último contato identificado do piloto com a equipe responsável pelo tráfego aéreo foi às 15h10, depois disso, não se sabe o paradeiro do helicóptero ou dos passageiros. Porém, o alerta de desaparecimento foi recebido pela Polícia Militar somente às 22h40, quando foi gerado um alerta para o Comando de Aviação e para o Corpo de Bombeiros sobre uma possível queda de helicóptero.

Letícia chegou a fazer contato com o namorado por mensagem avisando que eles haviam pousado “no meio do mato”, em um pouso de emergência. O namorado, então, perguntou em que local eles estavam, mas a jovem disse não saber.

Além das mensagens de Letícia, o piloto também conversava com o dono de um heliponto, dizendo que estava com dificuldade para cruzar a Serra do Mar em decorrência da falta de visibilidade.

Por que o helicóptero é considerado desaparecido?

A aeronave é tida como desaparecida pelas autoridades, já que não há informações sobre o paradeiro do helicóptero, do piloto ou dos passageiros. O piloto pode ter optado por pousar em outro lugar devido às condições climáticas, que prejudicavam a visibilidade, e ainda não ter sido localizado. Como os destroços não foram encontrados, não é possível afirmar que o helicóptero caiu.

Como estão sendo feitas as buscas?

As buscas pelo helicóptero estão sendo realizadas pela FAB, com uma aeronave específica para salvamentos, a SC-105 Amazonas, do Segundo Esquadrão do Décimo Grupo de Aviação. A Polícia Militar também participa da operação usando um helicóptero Águia.

As aeronaves sobrevoam a região da Serra do Mar na tentativa de encontrar o helicóptero desaparecido e os passageiros. Nesta quarta, as buscas entram no terceiro dia e se concentram entre a Serra do Mar e Caraguatatuba.

aeronave buscas desaparecido FAB Helicóptero litoral de São Paulo passageiros piloto PM reveillon São Paulo Serra do Mar SP

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.