São Paulo
20°C
Rio de Janeiro
23°C
Brasília
19°C
Salvador
25°C
Belo Horizonte
18°C
Fortaleza
25°C
Recife
25°C
Manaus
27°C
Curitiba
17°C
Porto Alegre
19°C
Home >> Último Segundo >> Bombardeios ao norte de Gaza e fazem 166 vítimas em 24 horas

Bombardeios ao norte de Gaza e fazem 166 vítimas em 24 horas

Apesar de acordo de trégua da ONU, Israel segue com os ataques

por

iG Último Segundo

24 de dezembro de 2023

IG

Israel prepara incursão ao centro do território de GazaDivulgação

Enquanto as forças de Defesa de Israel afirmam ter obtido controle da região norte da Faixa de Gaza, moradores de Jabalia, ao norte da Faixa de Gaza, afirmam que a área segue sendo alvo de bombardeios e artilharia israelense. 

Segundo o porta-voz do Ministério da Saúde de Gaza, 166 palestinos foram mortos em pouco mais de 24 horas, fazendo a quantidade de óbitos causados pelo conflito subir para 20.424. As autoridades acreditam que muitos corpos ainda estejam presos sob escombros. 

As forças israelenses confirmaram a morte de mais oito soldados, elevando o número para 154 baixas desde o início do combate, no dia 7 de outubro.

Estados Unidos mantém apoio a Israel

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o primeiro-ministro Israelense, Benjamin Netanyahu tiveram uma reunião no último sábado (23) para discutir a estratégia militar de Israel. Segundo a Casa Branca, Biden enfatizou a necessidade de proteger a população civil, incluindo os que necessitam de ajuda humanitária e permitir que civis deixem a zona de conflito em segurança.

Segundo o Wall Street Journal, Biden pediu para Neanyahu não atacar o grupo Hezbollah, localizado no Líbano, vizinho de Israel, que pode também entrar no conflito. 

Benjamin Netanyahu durante visita à Faixa de GazaReprodução/Twitter/IsraeliPM

Neste Domingo, Netanyahu declarou que “Israel é um Estado soberano”. “Nossas decisões na guerra são baseadas nas nossas considerações operacionais, e não vou elaborar mais nisso”, declarou o chefe de Estado.

Embora o Conselho de Segurança da ONU tenha aprovado uma trégua no conflito, Israel não parece disposto a ceder. Após a aprovação da medida, as forças israelenses atacaram campos de refugiados na Faixa de Gaza.

Situação ficar ainda mais tensa

Nas proximidades do mar vermelho, um navio carregado de produtos químicos em direção à Índia foi atacado pelo grupo Houthi, aliados do Irã, que dizem atacar navios no mar vermelho em retaliação aos ataques de Israel à Faixa de Gaza.

Os Estados Unidos abateram quatro drones, lançados de áreas controladas pelos Houthi. O número de navios comerciais atacados na região subiu para 15. Esse conflito pode causar um grande problema para o transporte de cargas, já que grupos paramilitares do Irã ameaçam fechar a passagem do Mar Mediterrâneo se “os Estados Unidos e seus aliados continuarem cometendo crimes em Gaza”, afirma a mídia do Irã.

Estados Unidos Guerra Hamas Israel Israel x Hamas ONU

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.