São Paulo
17°C
Rio de Janeiro
22°C
Brasília
17°C
Salvador
25°C
Belo Horizonte
18°C
Fortaleza
26°C
Recife
26°C
Manaus
27°C
Curitiba
15°C
Porto Alegre
18°C
Home >> Último Segundo >> Bolsonaro deve receber tratamento de chefe de Estado na posse de Milei

Bolsonaro deve receber tratamento de chefe de Estado na posse de Milei

Ex-presidente está em Buenos Aires desde quinta-feira e já se encontrou com o futuro mandatário argentino

por

iG Último Segundo

10 de dezembro de 2023

IG

Javier Milei e Bolsonaro se encontraram na última sexta-feiraReprodução/redes sociais

Em Buenos Aires desde quinta-feira (7), o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) receberá tratamento de chefe de Estado neste domingo (10) durante a cerimônia de posse de Javier Milei como presidente da Argentina. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não comparecerá ao evento e será representado pelo ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira.

Neste domingo, Bolsonaro deve receber tratamento de chefe de Estado após ter sido pessoalmente convidado por Milei para participar da cerimônia de posse. Segundo a equipe do argentino informou à Folha de S. Paulo, Bolsonaro estará nas cerimônias fechadas no Congresso Nacional e na Casa Rosada.

Bolsonaro já se encontrou com Milei na sexta-feira (8), em reunião que contou também com a presença da ex-candidata à presidência e futura ministra da Segurança da Argentina, Patricia Bullrich, do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP), do ex-secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, e do presidente do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto.

Depois do encontro, Bolsonaro disse à imprensa que a reunião com Milei foi uma “conversa entre amigos”, e que eles falaram sobre “muitas amenidades”. “A equipe dele [Milei] está sendo formada muito parecido como nós formamos a nossa no Brasil, e não dá nem para comparar com a equipe do turista que é o Lula”, disse Bolsonaro.

Além de se encontrar com Milei, Bolsonaro também se reuniu em Buenos Aires com o ex-presidente argentino Mauricio Macri e com o primeiro-ministro da Hungria, o ultradireitista Viktor Orbán. Nas redes sociais, Orbán chamou Bolsonaro de “bom amigo”.

Além de Bolsonaro

Uma espécie de caravana de cerca de 50 bolsonaristas (incluindo deputados, senadores e governadores) acompanha o ex-presidente na viagem, mas não deve ter espaço nas cerimônias oficiais já que, além de Bolsonaro, apenas seu filho Eduardo foi formalmente convidado para a posse de Milei.

Os governadores de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), de Santa Catarina, Jorginho Mello (PL), e do Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil), também devem estar em Buenos Aires neste domingo.

Argentina Jair Bolsonaro Javier Milei Lula

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.