São Paulo
17°C
Rio de Janeiro
23°C
Brasília
23°C
Salvador
28°C
Belo Horizonte
20°C
Fortaleza
28°C
Recife
29°C
Manaus
25°C
Curitiba
13°C
Porto Alegre
18°C
Home >> Último Segundo >> Avaliação negativa do governo Lula cresce entre evangélicos

Avaliação negativa do governo Lula cresce entre evangélicos

Pesquisa Genial/Quaest aponta que governo é visto de forma negativa por 48% dos evangélicos, representando um aumento de 12 pontos percentuais desde dezembro

por

iG Último Segundo

6 de março de 2024

IG

Avaliação negativa do governo Lula cresce entre evangélicosRicardo Stuckert/ PR

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) enfrenta um crescimento significativo na avaliação negativa entre os evangélicos, conforme revela a pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira (6). O estudo, realizado entre os dias 25 e 27 de fevereiro com 2.000 entrevistados de forma presencial, indica que 48% dos evangélicos consideram a administração como negativa, um aumento de 12 pontos percentuais desde o último levantamento, em dezembro.

Aumento da desaprovação e diminuição da aprovação entre evangélicos

• O governo é visto como positivo por apenas 22% dos evangélicos, uma queda em relação aos 27% registrados em dezembro. • Para 27% dos entrevistados, a administração é considerada regular, enquanto em dezembro esse número era de 34%. • A parcela que não soube ou não respondeu se manteve em 3%.

Margem de erro e nível de confiança da pesquisa

A pesquisa, realizada presencialmente, ouviu 2.000 pessoas e possui uma margem de erro de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos, com um nível de confiança de 95%.

Avaliação do trabalho de Lula e comparação com Bolsonaro

A desaprovação do trabalho realizado por Lula também cresceu entre os evangélicos, alcançando 62%, um aumento de seis pontos percentuais desde dezembro. A aprovação, por sua vez, caiu de 41% para 35% no mesmo período.

Na comparação com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), 56% dos evangélicos consideram o governo Lula pior, enquanto 31% o veem como melhor e 9% o consideram igual.

Para 47% dos evangélicos, o governo Lula está pior do que o esperado, representando um aumento significativo em relação a fevereiro de 2023.

Avaliação entre Católicos

Entre os católicos, a visão negativa do governo Lula também aumentou, alcançando 28%, um aumento de três pontos percentuais desde dezembro. No entanto, houve um aumento na parcela que vê a administração de forma positiva, passando de 41% para 42%.

Enquanto 54% dos católicos afirmam que a terceira administração de Lula está melhor do que a do ex-presidente Bolsonaro, 31% a consideram pior e 11% a veem como igual.

avaliação Católicos Evangélicos Lula pesquisa Quaest

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.