São Paulo
28°C
Rio de Janeiro
27°C
Brasília
26°C
Salvador
29°C
Belo Horizonte
25°C
Fortaleza
27°C
Recife
27°C
Manaus
27°C
Curitiba
22°C
Porto Alegre
26°C
Home >> Último Segundo >> Após morte de pré-candidato, Rede diz que não descarta crime político

Após morte de pré-candidato, Rede diz que não descarta crime político

Thiago Rodrigues, pré-candidato à prefeitura de Guarujá, foi assassinado nesta quarta-feira (27)

por

iG Último Segundo

28 de dezembro de 2023

IG

Pré-candidato à Prefeitura de Guarujá, Thiago RodriguesReprodução: Redes Sociais

Após a morte de Thiago Rodrigues, pré-candidato à prefeitura de Guarujá, nesta quarta-feira (27), o partido Rede Sustentabilidade diz que não descarta “intenções de interesse político” quanto ao assassinado do jornalista.

Ele foi assassinado a tiros na noite de ontem. O crime aconteceu no bairro de Pae Cará, no próprio Guarujá, onde ele participava de uma confraternização. Policiais militares que atenderam ao chamado encontraram, perto do corpo da vítima, dois celulares. 

“Entendemos que, mesmo com as investigações em fase inicial, não se pode descartar intenções de interesse político neste crime, visto que Thiago tinha uma trajetória de denúncias jornalísticas contra práticas de corrupção em seu município e recentemente havia anunciado sua intenção de concorrer à prefeitura do Guarujá nas próximas eleições”, afirmou a Rede, em nota.

O partido acionou o governo de São Paulo pedindo agilidade na apuração do caso, solicitando uma investigação minuciosa e demandando a punição dos responsáveis.

Anteriormente, a direção estadual da Rede manifestou pesar pela morte do pré-candidato, instando as autoridades de segurança do estado a conduzirem uma investigação detalhada do incidente.

O jornalista e empresário Thiago Rodrigues tinha 34 anos e era candidato à prefeitura do Guarujá pelo partido Rede Sustentabilidade. 

De acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública, a corporação foi acionada após a vizinhança ouvir o barulho de disparos de arma de fogo. O caso foi registrado na delegacia de Guarujá e encaminhado ao 2ºDP, que irá apurar os fatos.

A polícia foi acionada para responder a relatos de tiros no bairro. Ao chegarem, encontraram a vítima caída no chão. Próximo ao local, foram recolhidos estojos vazios de munição calibre 9mm, bem como dois projéteis deflagrados, além do carro da vítima e dois celulares.

Antes do crime, nas redes sociais de Thiago Rodrigues, havia compartilhado imagens da festa durante a tarde, onde um grupo de pagode se apresentava ao fundo.

No último dia 23 de novembro, Rodrigues compartilhou uma foto mostrando sua filiação ao partido Rede Sustentabilidade. “Agora sou oficialmente pré-candidato a prefeito de Guarujá pelo REDE. Agradeço ao amigo Giovanni Vassopoli por abrir as portas do partido e ao Presidente Estadual Fernando Oliveira, que abonou minha ficha nesta tarde na sede do Partido em SP”, publicou.

Ele era um crítico da administração local. “Vereadores arquivam pedido de impeachment do Prefeito Valter Suman. Já podemos chamá-los de cúmplices?”, postou Rodrigues no início de dezembro, com críticas ao atual gestor da cidade, do PSDB.

Em outra publicação, ele conta que já foi ameaçado de morte, o que o levou a sair do país e comprar carro blindado e critica a falta de proteção da Polícia Federal.

“Fui diversas vezes ameaçado de morte, tive que sair do país por alguns meses, mudar de casa, comprar carro blindado, pois a PF disse que não poderia me proteger, tive que me virar sozinho para manter minha integridade e minha vida a salvo, pois a polícia me virou as costas na hora que mais precisei. Mas nunca desisti, às vezes temos que dar 1 passo para trás para depois dar 2 para frente, e foi isso que fiz. Muitos podem me criticar, mas só eu sei tudo que passei, todas ameaças e agressões que enfrentei sozinho! Não me arrependo de nada, aprendi com os erros e acertos, e continuo na luta por justiça”, escreveu ele.

crime politico Guarujá morte Prefeito thiago rodrigues

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.