São Paulo
18°C
Rio de Janeiro
22°C
Brasília
17°C
Salvador
26°C
Belo Horizonte
18°C
Fortaleza
25°C
Recife
25°C
Manaus
26°C
Curitiba
16°C
Porto Alegre
18°C
Home >> Economia >> Campos Neto quer deixar BC com 'juros o mais baixo possível'

Campos Neto quer deixar BC com 'juros o mais baixo possível'

Presidente do Banco Central terá em 2024 seu último ano à frente da instituição

por

Brasil Econômico

27 de dezembro de 2023

IG

Presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto%Lula Marques/ Agência Brasil – 10.08.2023

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, declarou em entrevista à jornalista Miriam Leitão, publicada nesta quarta-feira (27), que deseja entregar o BC com a menor taxa de juros possível. Ao fim de 2024 termina seu mandato como líder da autoridade monetária. 

“Vai ser meu último ano como presidente do Banco Central. Então a gente tem uma perspectiva positiva, tem muita coisa que eu gostaria de consolidar aqui, é importante entregar a inflação na meta, e juros o mais baixo possível”. 

Ele também disse que as análises do mercado financeiro têm falhado em prever dados da economia. 

“É difícil falar em 2024 sem pelo menos colocar em perspectiva que as análises econômicas têm errado muito ultimamente. Têm errado o crescimento, têm errado um pouco a inflação, têm errado muito emprego, têm errado os números de crédito.”

Sobre a tensão e as críticas feitas a ele, respondeu: “eu, Roberto, aprendo mais nos momentos de pressão”. Diz que tem se aproximado cada vez mais do ministro Fernando Haddad, e admitiu “é muito difícil cortar gastos neste país”.

Roberto Campos Neto acha que a nota de crédito do Brasil poderia ser melhor do que é, mesmo com a recente melhora da classificação feita pela Standard&Poor’s. A entrevista vai ao ar, na íntegra, nesta quarta-feira na Globonews, às 11 e meia da noite, e será, obviamente, o tema da minha coluna de amanhã.  

2024 banco central Campos Neto juros

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.