São Paulo
21°C
Rio de Janeiro
25°C
Brasília
22°C
Salvador
29°C
Belo Horizonte
21°C
Fortaleza
29°C
Recife
29°C
Manaus
26°C
Curitiba
20°C
Porto Alegre
26°C
Home >> Economia >> Argentina: 'Objetivo ainda é a dolarização', diz ministro de Milei

Argentina: 'Objetivo ainda é a dolarização', diz ministro de Milei

Ministro da Economia do país disse que, antes de seguir com o plano, governo deve 'estabilizar' a situação do país

por

Brasil Econômico

15 de dezembro de 2023

IG

Luis Caputo, ministro da Economia argentinoG20 Argentina / Flickr – 19.04.2018

O ministro da Economia da Argentina, Luis Caputo, disse que o governo do novo presidente do país, Javier Milei, não desistiu do plano de dolarização. De acordo com ele, antes de avançar com a medida, é preciso “estabilizar” a situação argentina devido ao que chamou de “catástrofe herdada” do governo de Alberto Fernández.

“Nossa ideia é resolver a catástrofe herdada [do governo anterior]. O objetivo continua o mesmo, que é alcançar a dolarização. O presidente não mente, gostaria que isso ficasse claro, porque é preciso ter um verdadeiro contrato com o povo”, disse ele ao canal LN+, do jornal La Nación nessa quinta-feira (14).

Na última terça (12), o ministro detalhou as “medidas de emergência econômica” que serão implementadas no governo de Milei, como as reduções nos gastos públicos, aumento nos programas sociais e a desvalorização do peso em 54%.

“Estamos numa catástrofe, o que foi herdado é a pior herança da história”, acrescentou Caputo, dizendo que o governo começou um plano de estabilização ortodoxo. “Estamos nesse processo, mas estamos muito confiantes”, continuou.

“O coração do programa sempre foi fiscal, o meu acordo com o presidente sobre isso foi absoluto”, afirmou. “Dentro do programa de estabilização, temos uma âncora fiscal necessária para reduzir a inflação e o Banco Central a complementou com medidas monetárias. Estamos garantindo a independência do Banco Central.”

Argentina dolarização economia Javier Milei Luis Caputo milei

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.