São Paulo
21°C
Rio de Janeiro
25°C
Brasília
22°C
Salvador
29°C
Belo Horizonte
21°C
Fortaleza
29°C
Recife
29°C
Manaus
26°C
Curitiba
20°C
Porto Alegre
26°C
Home >> Economia >> 5 dicas práticas para manter o fluxo de caixa saudável

5 dicas práticas para manter o fluxo de caixa saudável

Especialista explica sobre a importância de pequenos empreendedores controlarem as receitas

por

EdiCase

11 de janeiro de 2024

IG

5 dicas práticas para manter o fluxo de caixa saudávelPara pequenas e microempresas, é fundamental conseguir manter um fluxo de caixa estável (Imagem: fizkes | Shutterstock)

A projeção do mercado financeiro para a inflação oficial do país, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), passou por uma leve alteração, indo de 3,91% para 3,9% em 2024. Essa estimativa foi apresentada no Boletim Focus da última segunda-feira (08/01), uma pesquisa divulgada semanalmente pelo Banco Central (BC) que reflete as expectativas das instituições financeiras em relação aos principais indicadores econômicos.

Assim, este ano se delineia como um período ainda mais exigente para os empreendedores brasileiros. Por isso, a atenção com o fluxo de caixa é algo primordial. “O fluxo de caixa é o retrato de como estão as finanças da empresa. O que entra de receita e o que sai precisa estar devidamente registrado, isso é importante para a tomada de decisão estratégica”, explica Aline Soaper, educadora financeira e fundadora da Health Money.

Dessa maneira, segundo a especialista, “se a empresa descuida do fluxo de caixa, começa a pagar juros e compromete o lucro da empresa. Ter esse controle financeiro é o primeiro passo para manter a empresa saudável”.

A estimativa para 2024 está acima do centro da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. Definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), a meta é de 3% para este ano, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é 1,5%, e o superior 4,5%.

Mantenha seu pequeno negócio estável financeiramente

Para auxiliar os micros e pequenos empreendedores brasileiros a preservarem a saúde financeira dos seus negócios, a educadora financeira Aline Soaper lista 5 dicas práticas para manter o fluxo de caixa saudável. Confira!

1. Registre todas as transações

Mantenha um registro detalhado de todas as transações financeiras, incluindo receitas e despesas. Utilize um software de gestão financeira para facilitar o controle.

2. Planeje orçamentos realistas

Desenvolva orçamentos precisos para antecipar as receitas e as despesas. Revise-os e os ajuste para refletir a realidade atual do negócio.

3. Tenha um controle de estoque eficiente

Gerencie seu estoque de forma eficiente para evitar excessos ou faltas. Isso ajuda a manter o equilíbrio entre a oferta e a demanda, evitando custos desnecessários.

4. Negocie prazos com fornecedores

Negocie prazos de pagamento estendidos com fornecedores sempre que possível. Isso proporciona mais tempo para transformar estoque em receitas antes de pagar as contas.

5. Ofereça incentivos para pagamentos antecipados

Incentive seus clientes para que paguem antecipadamente. Você pode oferecer descontos ou termos de pagamento favoráveis. Registre todas as transações, negocie prazos com fornecedores e crie orçamentos realistas. Diversifique suas fontes de receita e esteja preparado para imprevistos com uma reserva de emergência.

Por Larissa Albuquerque

carreira dinheiro edicase Empreendedorismo empresas finanças Negócios Trabalho

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.