São Paulo
15°C
Rio de Janeiro
22°C
Brasília
18°C
Salvador
27°C
Belo Horizonte
19°C
Fortaleza
27°C
Recife
26°C
Manaus
24°C
Curitiba
11°C
Porto Alegre
10°C
Home >> Último Segundo >> Quem são os agentes da PF mortos na queda do monomotor de BH

Quem são os agentes da PF mortos na queda do monomotor de BH

Avião de pequeno porte caiu no Aeroporto da Pampulha nesta quarta-feira (6)

por

iG Último Segundo

6 de março de 2024

IG

Guilherme Irber foi uma das vítimas do acidente no Aeroporto da PampulhaReprodução/redes sociais

Polícia Federal confirmou que o monomotor que caiu no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte (MG), na tarde desta quarta-feira (6), pertencia à sua instituição. Em nota, a PF também informou a identidade das duas vítimas fatais. Os agentes mortos são Guilherme de Almeida Irber e José Moraes Neto.

Já o terceiro tripulante, que saiu do acidente com vida, é o mecânico da empresa terceirizada Walter Luís Martins. O homem foi socorrido e encaminhado ao hospital João XXIII, na mesma cidade. Ele se encontra em atendimento, lúcido e orientado.

Os mortos

Guilherme de Almeida Irber e José Moraes Neto eram comandantes de aeronaves e agentes da PF lotados na Coordenação de Aviação Operacional da Diretoria-Executiva da Polícia Federal.

Guilherme Irber estudou no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e se mudou para Brasília em 1995. Ao longo de sua trajetória, o agente de 44 anos morou em cidades como Salvador (BA), Rio Branco (AC), Cucuí (AM) e Goiânia (GO). 

José de Moraes Neto morreu no acidente em BHReprodução/redes sociais

Já José de Moraes Neto também passou por um treinamento especial, mas para pilotar a aeronave Cessna 208 Caravan, mesmo modelo do acidente. Em 2021, o agente foi para Wichita, no Kansas, Estados Unidos, para fazer a especialização.

Leia a nota da PF na íntegra:

A Polícia Federal informa, com profundo pesar, que uma aeronave pertencente à instituição sofreu um acidente na tarde desta quarta-feira (6/3) no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte/MG. Dois tripulantes faleceram no local, os policiais federais Guilherme de Almeida Irber e José Moraes Neto. Um terceiro tripulante, o mecânico da empresa terceirizada Walter Luís Martins, foi socorrido e encaminhado ao hospital João XXIII, na mesma cidade. Ele se encontra em atendimento, lúcido e orientado.

A Polícia Federal já iniciou investigação para apurar as circunstâncias do acidente, envolvendo a aeronave Cessna Caravan 206B, e enviará nas próximas horas peritos especialistas em segurança de voo e acidentes aéreos para auxiliar nas apurações.

O Diretor-Geral da instituição, Andrei Rodrigues, também irá ao local. A Polícia Federal se solidariza com os familiares e amigos das vítimas e decreta luto oficial de três dias.

Acidente aéreo aeronave Aeroporto da Pampulha Belo Horizonte Minas Gerais Polícia Federal

Esteja sempre por dentro!

Assine nossa newsletter e receba as principais informações em seu e-mail.